Rui Bragança
Sobre mim
Rui Pedro Rebelo Bragança
O meu nome é Rui Pedro Rebelo Bragança, fui o primeiro atleta português a vencer um combate de taekwondo nos Jogos Olímpicos. Nasci em Guimarães no dia 26 de dezembro de 1991 e formei-me em Medicina na Universidade do Minho. Sou atleta do Sport Lisboa e Benfica e optei por não exercer a profissão de médico para me dedicar a 100% ao taekwondo.

Foi com 13 anos que iniciei, por um acaso, a minha jornada no taekwondo e dois anos mais tarde participei no campeonato nacional de juniores onde me sagrei pela primeira vez campeão nacional. Com este resultado veio a chamada à seleção nacional onde obtive o 3º lugar no Campeonato da Europa de Juniores em Baku, Azerbaijão.
Foto do Rui
2009
2011
2013
2014
2015
2016
2009
Em 2009, já na universidade, fui medalha de prata nos Campeonatos Europeus Universitários e é nesse ano que inicio as provas do circuito europeu com algumas medalhas. Aos poucos foi subindo no ranking Mundial.
Foto 2009
Foto 2 2009
2011
Em 2011 tive mais uma estreia e mais um ótimo resultado! Primeira participação num campeonato do mundo e primeira medalha de prata mundial da história para Portugal, que marca assim possibilidade de estar presente nos Jogos de 2012 em Londres. O campeonato do mundo foi incrível, no fim da competição todas as estatísticas apontavam para uma medalha de prata nos jogos de 2012.

No entanto, nos últimos segundos do campeonato de apuramento para os Jogos Olímpicos de 2012 o Sueco, levou a melhor e o sonho tão perto de ser realizado ficou adiado para 2016.
Foto 2011
2013
2013 foi o ano mais complicado da minha carreira, uma lesão no joelho e os resultados que não apareciam fizeram-me ponderar ir para os 68 kg, e deixei essa decisão para o Open de Paris onde saio com uma medalha de Ouro e a decisão de ficar nos 58kgs.
Foto 2013
2014
Depois da vitória em dezembro no Open de Paris, 2014 foi o ano da reviravolta. As vitórias voltaram a surgir, mas a 2 semanas dos Campeonatos Europeus de Seniores uma lesão fez me passar 2 semanas de muletas. Mais uma vez voltei a contrariar as estatísticas - Campeão Europeu, numa prova de superação e em que a dor foi colocada em último lugar! Foi o primeiro título Europeu para mim e para o País, e foi um dia incrível!

Esta jornada fez-me voltar a subir no ranking olímpicos, e cheguei a ser o nº1 do ranking Mundial.
Foto 2014
2015
Venci os Jogos Europeus Universitários em 2015 e o Grand Prix da Turquia e com isto carimbei o passaporte para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016 na posição 3 do Ranking Olímpico.
Foto 2015
2016
Repeti o ouro Europeu em 2016 e no Rio de Janeiro venci o primeiro combate, mas fui eliminado no 2º combate pelo Luisito Pie, colombiano, que acabou por ser medalha de bronze.
Foto 2016
Foto 2 2016 Foto 3 2016
Após os jogos decidi começar a combater nos 68kg, mas não correu como o esperado e voltei à categoria de sempre, os 58kg. A readaptação aos 58kgs não foi tão rápida como queria e o ano de 2017 ficou assim condicionado.

Em 2018 os resultados começam a surgir e as expectativas para os Tokio2020 são altíssimas.
Road to
4.608
Horas de treino
1.152
Horas anuais
24
Horas semanais
96
Horas mensais
4
Horas diárias